domingo, 18 de janeiro de 2009

O matrimônio e seu futuro


Na próxima terça-feira (20/01) será celebrado o casamento de Barack Obama com o mundo...

Na quarta começa o divórcio. Espera só...

11 comenta aí, amizade!:

Marcus Devolder disse...

Espera-se demais... logo logo vira página de livro de história, ou apenas mais uma foto ao lado de todas as outras... Mas como já foi veículado na internet Se o Barack é bom, o chopp é Obama!!!

Abs!

Fabrício Sales disse...

Hum.... Se isso fosse um filme o tema passaria de Jogo de Amor com a casa Branca, para Divórcio à Americana.

Boa foto Fabiano talvez o título possa ser: "Obama em Busca da Paz"
Tão ruim quanto o filme IV do Super aí atrás!

Grande abraço mano.

Fabiano Barreto disse...

Impagáveis!!!!!!!!

Susanna disse...

Mas será com comunhão ou separação de mortos e feridos?

Fabiano Barreto disse...

Querida Susanna,

Contanto que o aparato bélico utilizado no conflito seja "made in usa" - usa, minúsculo mesmo - Tanto faz!

Susanna disse...

"usa, minúsculo mesmo"...

Isso me remete a alguns possíveis significados para esse verbo: deteriorar, gastar, servir-se de...

E, ainda que o dono da casa [branca] mude a cor das paredes das salas, ou a sua própria - considerados os anos de história, os USA continuarão nos USAndo...

Rodrigo. disse...

Desculpem de-novo...
mas a minha humilde opinião é:

Comparado ao Mega-Terrorista-Fundamentalista Bush filho, o Obama me parece será um melhor presidente.
A História dirá. E espero estar certo. É só o que a esperança me proporciona no momento.

O otimismo se dá como nossa reação positiva em acreditar no melhor "por causa" de algum sinal. Já a esperança, se estabelece como realidade sempre transcendente que acredita no melhor "apesar" da mais absoluta ausência de sinais.

Esperança é uma escolha. Quero ter esperança apesar dos sinais contrários.

Rodrigo.

Fabiano Barreto disse...

Digão,


Concordo em "gênero, número e degrau" [te lembra disso?]. Ter esperança é o grande "Barack" - como diria o Marquinho.

Contudo, a conjuntura não colabora e, uma vez constatado isso, a abordagem crítica é fundamental - na minha "humilde opinião".

Trata-se de uma nação altamente dependente da indústria bélica - lembre-se que o empresariado desse ramo realiza fomento de peso decisivo nas disputas presidenciais do país. Essa é apenas uma citação dentre tantas que poderiam ser feitas.

Lamentavelmente, o poder político é subordinado ao econômico. Como efeito disso, por mais boa vontade que o - agora empossado - presidente tenha, as dificuldades se adensarão.

Mas estou contigo! Além de esperançoso, sou otimista - não com relação, exclusivamente, ao Obama - afinal, algo que sempre esteve presente na escritura da história humana foi a surpresa. Quando menos se espera, o jogo vira, a sorte muda.

Beijo!!

Rodrigo. disse...

É isso mesmo em que espero meu querido amigo, as surpresas da história, com uma pequena pitada da providência.

Beijo,

Rodrigo.

Vanessa Motta disse...

Acho que ele poderia estar vestido com a mesma malha...
É extremamente ridículo ver a rasgação "hipócrita" de seda dos Jornais brasileiros e acredito que mundiais sobre o casal.
As frases são pronunciadas incompletas..mas eu completarei aqui..

- Nossa! como ele é elegante. [ apesar de ser negro]

- Como ela é arrojada, decidida, auto confiante.[apesar de ter nascido onde nasceu e o detalhe de sua pele]

* alguns podem achar que pele para mim..pela minha forma de falar é algo que importa, porém não é isso não.O problema é engolir toda essa pataquada de um país que até dois ou três anos atras não era capaz de reconhecer um talento negro nem no cinema e premia-lo e tal.....ahhhh

...conversa para boi dormir...vaca também....

Fabiano Barreto disse...

A preta tá com a corda toda!!!!!!