terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Aproveitando o momento rebelde...

"Sentia-me longe de tudo. De minha família, dos amigos, das montanhas, mares e praias do meu país. Precisava voltar. Certo dia, não sei porquê, esse afastamento me pareceu mais doloroso. E escrevi estes versos, que preguei na parede do nosso escritório:"


Estou longe de tudo
de tudo que gosto,
dessa terra tão linda
que me viu nascer.
Um dia eu me queimo,
meto o pé na estrada,
é aí, no Brasil,
que eu quero viver.
Cada um no seu canto,
cada um no seu teto,
a brincar com os amigos,
vendo o tempo correr.
Quero olhar as estrelas,
quero sentir a vida,
é aí, no Brasil,
que eu quero viver.
Estou puto da vida,
esta gripe não passa,
de ouvir tanta besteira
não me posso conter.
Um dia me queimo,
e largo isto tudo,
é aí, no Brasil,
que eu quero viver.
Isto aqui não me serve,
não me serve de nada,
a decisão está tomada,
ninguém me vai deter.
Que se foda o trabalho,
e este mundo de merda,
é aí, no Brasil,
que eu quero viver.


Oscar Niemeyer

4 comenta aí, amizade!:

Amanda disse...

Tem certeza que é dele?...

Fabrício Sales disse...

Sendo dele ou não, aí vai minha colaboração com um texto, que amo muito, do Henry David Thoreau.

"Eu fui à Floresta porque queria viver de verdade. Eu queria viver profundamente, e sugar a própria essência da vida... expurgar tudo o que não fosse vida; e não, ao morrer, descobrir que não vivi".

A Floresta pode ser o Brasil, onde ele, vc, eu, nós queremos viver!
Grande abraço!!!

Fabiano Barreto disse...

É dele sim. Ele recita no documentário dele.

Susanna disse...

Ahhhhhhhhhhhh!!!!
Marido, bem que você disse que eu iria gostar... Amei!!!

E me vi quando ele disse: "Estou puto da vida, Esta gripe não passa"...kkkkkkkk
A minha ainda não passou tb!!! kkkkkkkk

Me vi ainda mais quando li o "Que se foda o trabalho".... Eu aqui, do trabalho, lendo o seu texto... kkkkkkkkk
Quase fui embora, larguei tudo, e corri pro meu cobertor...kkkkkkkkkkkkk
Mas não dá né....

Eu só fiquei com dúvida se é aqui, no Brasil, que eu quero viver....kkkkkkkkkkkkkkk

[Movimento VIVA O PAPAI NOEL!!]