quarta-feira, 8 de abril de 2009

Então ela disse...

- Eu entendo tudo que o Fernando Pessoa escreve e você não. Você entende tudo dos seus filósofos eu não! 

Resposta concedida após o interlocutor  ler um fragmento de texto do poeta português e manifestar:

- Pela primeira vez entendi algo que esse cara escreveu!

Donde pode-se concluir: "Não é nada, não é nada; não é nada mesmo!  

5 comenta aí, amizade!:

Rodrigo. disse...

Tem que cantar aquela:

Ela disse adeus...

Susanna disse...

Eu vou de Leoni:

"Quando ela cai no sofá, 'so far away'.."

Adorei marido!

Fabiano Barreto disse...

Ufa!!!! Que alívio!!

Ainda bem que ninguém puxou "ai, meu Deus, que saudade da Améélia/aquilo sim é que era mulher".

Seria pura nitroglicerina!

Ceis sabem do que eu tô falando, né?

Amanda disse...

Olha, o diálogo foi um pouco maior que isso... Seu feio, bobo, chato.
E, bem, não entende mesmo! Mais de 7 anos me ouvindo declamar e por vezes berrar Pessoa e mesmo assim não entender...........
Falta de leitura, meu bem, falta de leitura...kkkkkkkkkk
Em tempo, compreendo seus filósofos sim - alguns - na verdade, poucos, mas sei mais deles do que você do meu Pessoa!!!!!!!
E tenho dito!!!!

Rodrigo. disse...

Mas quem disse que o Pessoa não era um filósofo... suas poesias... aquilo sim que era filosofia, de uma densidade filosófica impressionanate, e mais, os grandes filósofos são aqueles com uma escrita de teor poético... são poetas do Real.

E mais... vcs querem para com esse dualismo de: ou poesia (Pessoa), ou filosofia(os filósofos).

Tenho dito!