terça-feira, 14 de abril de 2009

Greve de fome = "upgrade" de imagem

O grupo político que faz oposição ao governo do presidente boliviano Evo Morales deu uma verdadeira rajada de metraladora no próprio pé ao abandonar a votação da nova lei eleitoral do país. A medida desesperada não só aumenta o descrédito dos opositores perante a população - pois transmite a idéia de desserviço - como serve de combustível para o foguete que eleva  a popularidade do estadista a níveis estelares.

Mas, para Evo, isso é pouco...

Não bastasse a trapalhada dos conservadores, ele ainda fez greve de fome, o que lhe serve como um bom teste de popularidade, além de estrangular a capacidade de articulação de seus desafetos, diminuindo seu tempo de ação.

Resultado: Adesão à greve de fome por parte de cidadãos em todo o país e oposição descabelada.

Em se tratando de manejo político o cara é absolutamente ypsilones, né não?

3 comenta aí, amizade!:

Susanna disse...

É filho, só falta Evo falar como Getúlio.. "Em contrário os revoltosos encontrarão aqui o meu cadáver."


Beijos!

Vanessa Motta disse...

Boa suuu....

Fabiano Barreto disse...

Queridas,

Ele pode até ser doido, mas, não é maluco!!!

rsrsrs