segunda-feira, 6 de abril de 2009

Parafraseando o Ferreira Gullar

Em Cavalcante-GO, as crianças são alimentadas com 22 centavos ao dia em merenda escolar. 

Em Cavalcante-GO, as crianças são alimentadas com 22 centavos ao dia em merenda escolar.

Em Cavalcante-GO, as crianças são alimentadas com 22 centavos ao dia em merenda escolar.

O que você come com 22 centavos ao dia?

Que alimento que custe vinte e dois centavos te sustenta durante as vinte e quatro horas do dia? Sim, porque para muitas dessas crianças esta é a única refeição diária!

Então, o que você come?

Você come?

8 comenta aí, amizade!:

Susanna disse...

Foda, marido!

Nem 1 pão francês custa 22 centavos...

Fabiano Barreto disse...

Acho que nem uma mariola!

E mesmo que custasse, quem se sustentaria com um pão francês ou uma mariola? Ou com um sanduíche de pão francês com mariola?

Susanna disse...

Opa! O saduba deve passar dos 60 centavos... Nesse caso a pessoa já vai toda pro SPC /CERASA!

Rindo pra não chorar, véi...

Fabiano Barreto disse...

"...pra não chorar"!

Rodrigo. disse...

Engraçado, 22 é um número muito representativo e simbólico não?

Parace ser o número que mais se encaixa com aqueles que teimam em acreditar ainda em verdadeira "democracia" no Brasil... faz-me rir.

Se não se democratiza o básico para a existencia digna de um ser humano...

Só pode ser piada...

Antes de ter direito a voz e voto, temos direito a vida. E esse é um direito inalienável mesmo...

Só pode ser piada...

Fabiano Barreto disse...

Digão,

Entendo o que quer dizer e concordo com o grau de indignação.

Mas, lamentavelmente, não é piada ou, se é, é absolutamente sem graça!

Veja do que são capazes os homens de decisão.

guilhermina, (ataulfo) e convidados disse...

não sei quanto tempo vou levar para aprender a elogiar naquele dialeto que vc inaugurou na esquina, por isso mesmo aceite o meu #*%*x pra dizer que este post é pra f*d#r com a alma de qualquer brasileiro que mereça seu nome!
Bj
guilhermina

Fabiano Barreto disse...

Mas a legitimidade do protesto se reconhece em qualquer língua ou dialeto!!!

Obrigado, Guilhermina!